90º Aniversário em 2004
Lobito Sports Club
[Emblema LSC] Hoje e Ontem
Ginástica
Xadrez
Caça Submarina
Natação
Remo
Vela
Andebol
Voleibol
Basquetebol
Hóquei Patins
Ténis
Futebol
Futebol de Salão

(Homenagem ao site no 90º Aniversário do LSC / Regata)
"Lundowile"
African Voices


Ajudem a construir este espaço que pretende trazer à memória de todos os que de alguma forma o viveram, o paraíso perdido da infância de muitos!

Mandem documentos que contem a história do Clube (artigos de imprensa, fotos, história, resultados desportivos, etc.), que eu procurarei integrá-los nos temas apresentados, ou noutros que queiram sugerir.

Este espaço é nosso! Vamos construí-lo! Vamos partilhá-lo!


[Sede Antiga do LSC]
Primeira Sede do Lobito Sports Club - Foto: Luís Felício (por intermédio do Calicas)

[Sede Nova do LSC]
Sede "Nova" do Lobito Sports Club - Foto: Arménio Crisóstomo




Ligações a páginas e contactos de Lobitangas na WWW
Notícias da cidade do Lobito



Foi nesta Praça que ...

... a 2-09-2000, dia da comemoração do 87º aniversário da cidade do Lobito (portaria nº1005 de 2 de Setembro de 1913),
foi inaugurada a "Estátua do Reencontro".
Esta decisão dos actuais responsáveis pelo Município, plena de significado fraterno e simbolismo,
cala fundo na alma de todos os lobitangas que amam a sua cidade.
Em nome de todos nós (agora cidadãos do mundo), daqui envio um abraço de sentido reconhecimento.
Que a "ponte" lançada neste dia jamais desmorone!

Ao amigo Artur Fontoura, que nos fez chegar o testemunho deste momento de invulgar significado e beleza, o nosso OBRIGADO.

  • Carlos Coelho, lobitanga que vivendo na Suíça, nos apresenta receitas gastronómicas angolanas em http://angolaculinarium.no.sapo.pt/.



  • Literatura de Autores Africanos:
      Consulte aqui os dados biográficos e algumas das obras de autores africanos. Uma excelente compilação patente na página desenvolvida por Carlos Pinto-Pereira.

      "ANGOLANO"

      Ser angolano é meu fado, é meu castigo
      Branco eu sou e pois já não consigo
      mudar jamais de cor ou condição...
      Mas, será que tem cor o coração?

      Ser africano não é questão de cor
      é sentimento, vocação, talvez amor.
      Não é questão nem mesmo de bandeiras
      de língua, de costumes ou maneiras...

      A questão é de dentro, é sentimento
      e nas parecenças de outras terras
      longe das disputas e das guerras
      encontro na distância esquecimento!


      de Neves e Sousa (Pintor e Poeta Angolano)



    • De Bernardino Henrique Santos Martins de Faria, cubalense que trabalhou como médico do CFB de 1978 a 1980, agradeço o poema que se segue.

      "DEFINITIVAMENTE" Henrique Faria, Coimbra, Julho de 1999
      Não,
      Não me sinto
      Meio-meio.
      Não.
      Não quero morar
      Nessa encruzilhada.
      E não posso chamar
      Casa a esse lugar.
      De alma velada
      Olho para dentro de mim
      Percorro o meu labirinto
      E vejo,
      Anharas, matas, savanas
      e, um rio sem fim.
      Explosões de cor
      Ritmos, batuques,
      Lindas mulheres africanas.
      E vejo,
      Amigos, paixões, amor,
      Saudade, Cubal,
      Acácias rubras, morros.
      E vejo,
      Relâmpagos riscando o céu.
      Chuva imensa, a jorros.
      Cubal, Cubal, Cubal, meu
      Não,
      Não me sinto.
      Sinto dentro uma dor
      Funda, persistente,
      Um lobo feroz, guerreiro,
      De mim, caçador.
      Inutilmente.
      Lamento mas não,
      Não me sinto
      Meio-meio.
      Sinto-me africano.
      Inteiro.


    Cultura, Educação e Ensino em Angola:
      Edição digital actualizada da obra de Martins dos Santos, com dados históricos sobre a cultura e ensino em Angola durante o período colonial português. Excelente acervo histórico sobre o tema.

    • SanzalAngola, um site promovido por António Delgado e dinamizado por vários angolanos, destinado a debates on-line entre todos. Excelente a organização, com vários locais de discussão por afinidades temáticas ou geográficas. Visitem-no e participem.





    Música Popular dos YA-NYANEKA
    Grupo étnico do sul de Angola - Nyaneka-Humbe.
    Fonte: Victória Pereira, M. "Cancioneiro Popular Nyaneka-Humbe". CHELA, nº01:10-12, Jan-1999.
    Orquestração e sequenciação para Midi: AEM Horta (Jan 2000)






    António Eduardo Monteiro Horta